Confinamento em hotel e muitos testes: brasileiros relatam como Bundesliga prepara para voltar

O último jogo disputado no Campeonato Alemão foi o empate por 1 a 1 entre Mainz e Fortuna Düsseldorf no dia 8 de março. No próximo dia 16 de maio, este sábado, Borussia Dortmund e Schalke 04 vão marcar o retorno da competição. Nesse intervalo de mais de dois meses houve isolamento, treinos individuais, muitos testes e um rígido combate ao coronavírus imposto pelo governo alemão que faz com que haja pouca insegurança antes de a bola rolar. Quem garante são os jogadores. No país desde 2008, o meia Raffael, de 35 anos, resume:

"O campeonato vai voltar de uma forma segura para todos, equipes e jogadores. Não tenho motivos para me preocupar, para ter receio com a volta do futebol e a volta do contato físico"

Desses dois meses sem bola rolando, um foi inteiramente de confinamento e o seguinte com um regime diferenciado de treinos. Antes da reestreia, todos os times passaram por três sessões de testes na última semana. O protocolo ainda prevê concentração e isolamento das delegações em hotéis por sete dias até a data do jogo de cada equipe.

Futebol retorna na Coreia do Sul, e Bundesliga se prepara para retorno no dia 16
--:--/--:--

Futebol retorna na Coreia do Sul, e Bundesliga se prepara para retorno no dia 16

GloboEsporte.com conversou com alguns dos 11 brasileiros que atuam na Bundesliga, para saber como foi esse período e qual a expectativa para a volta do Campeonato Alemão. Eles estão convivendo com o que deve ser a nova realidade do esporte por muito tempo.

– Uma situação totalmente nova e que temos que nos adaptar ainda. Treinos em grupos pequenos, não poder usar o vestiário, não almoçar no clube... nós jogadores gostamos do ambiente interno. Do vestiário, da resenha. Um período de adaptações e aprendizados – comentou o atacante Matheus Cunha, do Hertha Berlin.

Matheus Cunha e sua família passaram todo isolamento em hotel de Berlim — Foto: Reprodução/InstagramMatheus Cunha e sua família passaram todo isolamento em hotel de Berlim — Foto: Reprodução/Instagram

Matheus Cunha e sua família passaram todo isolamento em hotel de Berlim — Foto: Reprodução/Instagram

Recém-chegado do RB Leipzig e um dos destaques do Brasil no Pré-Olímpico, ele enfrentou a quarentena em um hotel da capital alemã, junto da família. No início de abril os treinos eram individuais e foram assim mantidos nas primeiras atividades no CT do Herta.

À medida em que o governo alemão flexibilizava as regras de isolamento social, graças à efetividade das ações sanitárias e o comportamento colaborativo da população, os trabalhos dos times da Bundesliga também evoluíam. Troca de roupa, banho e refeição, só em casa.

"É muito complicado. Mas acredito que não podemos reclamar. Estamos tendo a possibilidade de voltar a fazer o que a gente ama e, pela situação do país, de maneira segura"

Jogadores do FC Union Berlin estão chegando ao treino com máscara — Foto: Getty ImagesJogadores do FC Union Berlin estão chegando ao treino com máscara — Foto: Getty Images

Jogadores do FC Union Berlin estão chegando ao treino com máscara — Foto: Getty Images

Categoria:PARAÍBA