Confiança-PB registra Boletim de Ocorrência sobre suposto "jogo fantasma" contra o Andraus-PR

Por GloboEsporte.com — João Pessoa

 


Depois da reportagem exibida pelo programa Fantástico, da TV Globo, no último domingo, o Confiança de Sapé segue se movimentando com o objetivo de provar que foi vítima de estelionato na questão de supostos "jogos fantasmas". O presidente da Junta Governativa que comanda o clube, Wilson Nascimento, registrou nessa quarta-feira um Boletim de Ocorrência no município de Sapé, reafirmando a sua versão de que foi vítima de um golpe e que jamais assinou um ofício marcando um amistoso contra o Andraus, do Paraná, em meio à paralisação do futebol no país.

Wilson Nascimento segue se movimentando para provar que não assinou documento marcando amistoso contra o Andraus-PR — Foto: Reprodução / TV Globo

Wilson Nascimento segue se movimentando para provar que não assinou documento marcando amistoso contra o Andraus-PR — Foto: Reprodução / TV Globo

No documento registrado na Delegacia da Comarca de Sapé, Wilson Nascimento informou, com detalhes, como soube do ofício acertando um amistoso entre o Confiança-PB e o Andraus-PR. O dirigente contou que descobriu a existência do documento pelo repórter Lucas Barros, da TV Cabo Branco, a quem concedeu entrevista na semana passada.

O mandatário da equipe de Sapé garante que a assinatura no contrato não é sua, que foi vítima de algum estelionatário, que, se passando pela sua pessoa, firmou o acordo com o Andraus-PR.

Wilson Nascimento registrou um BO nessa quarta-feira, no município de Sapé — Foto: Reprodução

Wilson Nascimento registrou um BO nessa quarta-feira, no município de Sapé — Foto: Reprodução

Até então, a Federação Paraibana de Futebol (FPF) aceitou a explicação do Confiança-PB e não incluiu o clube de Sapé no pedido de investigação do caso dos "jogos fantasmas" pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), como fez com o Serrano-PB, que teria ido a campo contra o Andraus-PR no dia 25 de março, numa partida que não tem registros públicos, mas que movimentou pelo menos R$ 10 milhões em casas de aposta fora do Brasil. Segundo a presidente da FPF, Michelle Ramalho, como não consta nenhum jogo realizado entre o Bicho-Papão e o time paranaense, não há necessidade de abrir processo administrativo contra a agremiação.

Além disso, a presidenta da entidade informou que, após a veiculação da reportagem no Fantástico, o próprio Wilson Nascimento a procurou para prestar os esclarecimentos. Sendo assim, o Confiança-PB estará na investigação na condição de ouvinte.

Entenda o caso

De acordo com apuração do Fantástico, no dia 25 de março, mais de 200 sites de fora do Brasil receberam apostas para o que seria um jogo amistoso entre Serrano-PB e Andraus-PR, no período em que o futebol brasileiro já estava paralisado em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Jogo fantasma: dois times brasileiros movimentaram milhões em apostas sem entrar em campo
00:00/08:18

Jogo fantasma: dois times brasileiros movimentaram milhões em apostas sem entrar em campo

Mesmo sem comprovações de que existiu, o jogo entre o times paraibano e paranaense movimentou pelo menos R$ 10 milhões, chamando a atenção dos auditores de casas de apostas. Os advogados dos dois clubes confirmam a realização da partida. O do Andraus-PR diz ter provas da realização do jogo, mas ainda não as apresentou. E o do Serrano-PB alegou que o clube não enviou jogadores para a partida e que foi representado por atletas do Paraná.

A partida chegou a ser anunciada nas redes sociais do Serrano-PB, mas a postagem foi apagada. Isso depois de o presidente do clube, Sidney Oliveira, negar a marcação da partida.

Após a exibição da reportagem, a Federação Paraibana optou por abrir um processo administrativo contra o Serrano-PB, entregando o caso ao STJD. O mesmo fez a Federação Paranaense com relação ao Andraus-PR.

O Confiança-PB foi citado na reportagem por existir um ofício, com uma suposta assinatura do presidente Wilson Nascimento, acertando um amistoso contra o clube paranaense. Na própria matéria, o dirigente garante que jamais assinou esse documento e que foi vítima de estelionato  GLOBO ESPORTE

Categoria:PARAÍBA